Página Inicial Fale Conosco Assine o Paraná Centro
Publicidade

05/01/2017

Motorista é dominado e carga roubada próximo a Mauá da Serra

Por volta das 01h00 desta quinta-feira, 05/01, a equipe da PM de Jardim Alegre, que estava em patrulhamento, recebeu informação que havia acontecido um roubo a um caminhão tanque, próximo à cidade de Mauá da Serra e que o mesmo estaria abandonado próximo ao Distrito Placa Luar, município de Jardim Alegre. Chegando ao local, a equipe

localizou o caminhão tanque com a carreta, ambos de propriedade da Distribuidora Santa Helena/ Eireli.
No local, estava também amarrado o motorista o Sr. Geraldo Aparecido Brambilla, que informou que transportava a carga de Maringá ao Porto de Paranaguá e, nas proximidades de Mauá da Serra, parou para olhar um dano no pneu do caminhão, quando foi rendido por três indivíduos que o dominaram, colocaram um capuz em sua cabeça e o colocaram à força em um veículo. Algum tempo depois o deixaram novamente no caminhão e abandonaram ambos no local em que a equipe os localizou. Constatou-se ainda que foi roubada a carga, de 36 toneladas de óleo vegetal a granel.

O caminhão foi encaminhado à Delegacia de Ivaiporã para as providências..s providências.>

“Ganha todo mundo, porque as empresas têm a oportunidade de pagar o ICMS que já devem, o Estado obtém recursos para fazer investimentos e ajuda os municípios a enfrentar o momento de crise em que vive o país”, disse Mauro Ricardo.

Entre os municípios com os maiores repasses estão Curitiba, que vai receber R$ 49,96 milhões, Araucária (R$ 28,63 milhões), São José dos Pinhais (R$ 22,06 milhões), Londrina (R$ 11,76 milhões), Maringá (R$ 10,12 milhões) e Ponta Grossa (R$ 9,74 milhões).

O prefeito de Assis Chateubriand, Marcel Micheletto, que representou a Associação dos Municípios do Paraná (AMP) no evento, disse que o Paraná é exemplo em gestão pública no País. “É uma ajuda muito importante nesse momento de crise econômica, tanto para os novos prefeitos iniciarem sua caminhada, como para os prefeitos reeleitos, que já vêm sentindo a queda dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios, da União”, disse.

Beto Richa lembrou que, graças ao ajuste fiscal, as prefeituras aumentaram em 20% a arrecadação de impostos. “Por conta do ajuste, o Paraná tem hoje uma condição diferenciada dos demais Estados. Estamos investindo em infraestrutura, com mais de 500 quilômetros de duplicação de rodovias realizadas ou em execução, ampliamos recursos para segurança, educação e somos referência em várias áreas”, afirmou.

Repasses ajudam municípios a contornar a crise econômica 
Os repasses do governo estadual estão ajudando os municípios a contornar a crise econômica, que tem afetado a arrecadação e comprometido os repasses da União por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). 

Em 2016, o Governo do Paraná repassou aos municípios R$ 8,1 bilhões a título de transferências de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e de IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). O valor representa um acréscimo de R$ 321 milhões na comparação com o que foi recebido pelos municípios paranaenses em 2015. 

Só em ICMS, os repasses do governo estadual aos municípios do Paraná somaram R$ 6,490 bilhões no ano passado, ante R$ 6,284 bilhões transferidos no exercício anterior, uma diferença a mais de R$ 206 milhões. 

No caso do IPVA, as transferências passaram de R$ 1,498 bilhão em 2015 para R$ 1,613 bilhão em 2016 – o acréscimo de um ano para o outro foi de R$ 115 milhões.

Confira o valor do ICMS extra repassado a cada um dos municípios da região:





< Voltar





Mais Lidas








Grupo 



 Página principal