Página Inicial Fale Conosco Assine o Paraná Centro
Publicidade

14/03/2016

Saiba o que é eletroacupuntura

Colunista Vandia

A eletroacupuntura é um tratamento que usa a acupuntura como base, ramo da medicina tradicional chinesa que consiste na aplicação de agulhas em pontos definidos do corpo para obter diferentes efeitos terapêuticos. A diferença é que a essa faz uso de agulhas ligadas a aparelhos elétricos, que potencializam a terapia e transmitem estímulos aos pontos de acupuntura. Geralmente, esse tratamento é para casos de pessoas com dores muito forte ou lesões mais graves. Quanto menor for o número de agulhas, maior é a analgesia, isto é, a perda da sensibilidade à dor. A eletroacupuntura também é utilizada como anestesia.

Indicações
De acordo com a Associação Médica Brasileira de Acupuntura (Amba), todas as pessoas que sofrem de estresse, ansiedade, depressão, insônia, enxaqueca, mulheres na TPM, dependência química, problemas respiratórios, impotência, alterações menstruais ou hormonais, problemas imunológicos, traumas em geral, problemas reumáticos e aqueles que sofrem de sintomas vagos e que não conseguem um alívio com tratamentos convencionais podem fazer a terapia. Lembrando que, para não dar problema, o tratamento tem que ser feito por profissionais habilitados e qualificados.

Não é indicado para gestantes, cardíacos e portadores de marcapasso. Para fazer o tratamento em crianças, é necessário ter bastante atenção e concentração.

Tratamento

Como as agulhas não são manipuladas manualmente, o estímulo pode ser controlado mais facilmente e de maneira precisa. A técnica se baseia em energias que percorrem o corpo. Segundo a Associação Médica Brasileira de Acupuntura, esses trajetos – meridianos ou canais de energia –, passam pelos órgãos e vísceras e se exteriorizam na pele e estruturas próximas, como, tecido subcutâneo, músculos, tendões e outras.

A Amba acrescenta que os pontos de acupuntura e eletroacupuntura são locais ricos em terminações nervosas, por isso são regiões mais sensíveis do corpo. Quando estamos em desequilíbrio energético, que causam os distúrbios internos, os pontos poderão estar mais dolorosos. Mas o incômodo da picada com a agulha é suportável e as sessões duram de 10 a 20min.

A eletrocupuntura é indicada para uma gama muito grande de alterações, como, por exemplo, tratamento de lombalgia, ciatalgia, cervicalgia, depressão, ansiedade, seqüelas de acidente vascular cerebral (AVC), rugas, estrias, celulite, cicatrizes, gordura localizada, etc. Os primeiros resultados tendem a aparecer desde a primeira sessão. No mínimo, são utilizadas 10 sessões, uma vez por semana, para produzir um resultado importante e duradouro.

Lembre que o material utilizado deve ser descartável e de uso único (ex: agulhas, lençóis, algodão, etc.). Por último, informo que logo após a primeira sessão deve ocorrer algum grau de melhora; os resultados tendem a ser mais evidentes até a 5º sessão, e até a 10º intervenção o paciente deve sentir-se muito melhor; caso contrário, o tratamento com eletroacupuntura deve ser reavaliado.

Mantenha a sua vida em movimento. Consulte um fisioterapeuta. Afinal, a fisioterapia é a ciência que mantém a vida em movimento.

Dra Vândia Leal
Fisioterapeuta
Crefito 8: 96373
Vanmed Clínica de Fisioterapia Estética e Nutrição
(43) 9648-1059





< Voltar





Mais Lidas








Grupo 



 Página principal