Paraná Centro Online

Sexta-feira, 18 de Abril de 2014

Line Break (Shift + Enter)
Adicione seu telefone
na lista telefônica!
Policiais - 14/11/2010
O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu, na manhã do dia 11 de novembro, um delegado, escrivães e investigadores da Polícia Civil. A autuação ocorreu durante operação nas cidades de Laranjeiras do Sul, Guarapuava, Santa Helena, Rio Bonito do Iguaçu e Foz do Iguaçu.

Foram cumpridos sete mandados de prisão preventiva e três mandados de busca e apreensão. Foram presos o delegado-chefe da 2ª Subdivisão Policial de Laranjeiras do Sul, Joaquim Antonio Figueira (preso na Delegacia de Laranjeiras); os Investigadores Wilson Urbano (preso na Delegacia de Laranjeiras); e Marlon Eder de Souza (preso em Foz do Iguaçu).
Também estão detidos os escrivães Jorge Vargas Leite (preso na própria casa em Laranjeiras do Sul) e Mário Viante Júnior (preso na própria casa em Guarapuava), e os funcionários públicos municipais Gelson Luiz dos Santos (preso em casa no município de Rio Bonito) e Giovane Jones Bech (preso em casa em Laranjeiras do Sul).

Os policiais do Gaeco encontraram uma arma de fogo na posse de um funcionário da Prefeitura de Laranjeiras do Sul, dinheiro e documentos diversos.
A operação foi fruto de investigações que resultaram em duas ações penais em que foram denunciados sete servidores públicos da 2ª Subdivisão Policial de Laranjeiras do Sul, pelo crime de corrupção passiva, previsto no Artigo 317 do Código Penal.

O delegado e dois investigadores são acusados de corrupção passiva, que ocorreu no interior da Delegacia de Laranjeiras do Sul, em 13 de outubro, quando exigiram e receberam vantagem indevida para liberar o motorista e um caminhão carregado de contrabando de cigarro, que, posteriormente, veio a ser preso e apreendido pela Polícia Federal de Guarapuava.
Os outros quatro agentes públicos também são acusados de um crime de corrupção passiva, ocorrido em 3 de julho, no interior do município de Nova Laranjeiras, quando solicitaram e receberam vantagem indevida, para liberarem uma pessoa detida e presa ilegalmente por eles. (Fonte: Portal Bonde)













Disse Jesus: “É necessário que eu anuncie o Evangelho do Reino de Deus também às outras cidades, pois para isso fui enviado”. Lucas 4:43

C2013 - jornal Paraná Centro