Paraná Centro Online

Sexta-feira, 18 de Abril de 2014

Line Break (Shift + Enter)
Adicione seu telefone
na lista telefônica!
Policiais - 14/04/2013
Adriana Queiroz do Nascimento, 22 anos, foi condena pelo Tribunal do Júri da Comarca de Ivaiporã, a 12 anos, 4 meses e 26 dias de prisão, na sexta-feira, dia 12 de abril, por homicídio praticado no dia 8 de setembro de 2011.
A Promotoria de Justiça pediu a condenação por homicídio qualificado.

“Acredito que a nossa tese será facilmente entendida pelos jurados”, declarou o promotor de Justiça, Cleverson Tozatte, antes de iniciar o julgamento, enquanto o advogado de defesa Reimar Rodrigues alegou legítima defesa e a violenta emoção, após Adriana Nascimento ter sido supostamente agredida pela vítima. 

Ela era acusada de homicídio pela morte do trabalhador volante Nelson Henrique Cassiano, 43 anos – à época. A vítima foi encontrada morta, na noite do dia 8 de setembro de 2001, na Rua Ceará, próxima a Apae de Ivaiporã. Nelson Cassiano foi morto com pedras na cabeça, após um suposto programa sexual. “Bati para me defender, porque ele me agrediu. Mas não queria matar”, afirmou a jovem durante o julgamento.

Em 2011, a Polícia Civil esclareceu o crime em menos de 24 horas e, inclusive, o investigar Aparecido Pinto da Silva foi chamado para testemunhar no julgamento.

Após cometer o crime, Adriana Nascimento foi localizada na casa de uma tia, na Vila Monte Castelo, onde a Polícia Civil comparou os cabelos encontrados nas mãos da vítima com os cabelos da suspeita, que acabou confessando o homicídio.

Na época, Adriana Nascimento disse que estava em um bar, quando Nelson Cassiano teria conversado com ela e acertado o valor de R$50 para que tivessem relações sexuais. Eles se dirigiram para a Rua Ceará, onde fizeram o programa em baixo de uma árvore. Em seguida, Cassiano teria afirmado que não tinha o valor combinado. Neste momento, teriam começado a discutir, resultando no crime de homicídio.

Texto/Fotos/ Lúcia Lima












Disse Jesus: “É necessário que eu anuncie o Evangelho do Reino de Deus também às outras cidades, pois para isso fui enviado”. Lucas 4:43

C2013 - jornal Paraná Centro